BR Alarmseg Equipamentos Eletrônicos Ltda
(41)

E-mail: bra@bralarmseg.com.br

página inicial   |    fale conosco   |    dados cadastrais   |    central-atendimento   |    produtos 


 .: CADASTRO
 .: FALE CONOSCO
 .: DADOS CADASTRAIS
 .: PRODUTOS
 .: DETECÇÃO DE INCÊNDIO
 .: PROD. AMBIENTES EXTERNO
 .: PRODUTOS ACESSIBILIDADE
 .: CFTV
 .: ALARMES CONTRA ROUBO
 .: MONITORAMENTO
 .: KITS ACESSIBILIDADE
 .: KITS EMERGÊNCIA
 .: SIRENES DIVERSOS MODELOS
 .: INDICADORES ÁUDIO-VISUAIS
 .:  DETECTORES DE GÁS
 .:  DETECTORES DE FUMAÇA
 .: ACIONADORES MANUAIS
 .: ILUMINAÇÃO EMERGÊNCIA
 .: CONTROLADOR
 .: DETECTORES DE METAIS
 .: SINALIZADORES
 .: SENSOR MAGNÉTICOS
 .: SORTEADORES ALEATÓRIOS
 .: SAÍDA DE GARAGEM
 .: PROGRAMADOR
 .: REGISTRO DE PONTO
 .: SENSOR DE PRESENÇA
 .: PORTEIRO ELETRÔNICO
 .: CERCA ELÉTRICA
 .: RECEPTORES


ÍNDICES RELACIONADOS

=> ÍNDICE CFTV: clique aqui

CANHÃO INFRAVERMELHO
INT/EXTERNO

Centrais de Alarme
PANORAMIZADORES PAN&TILT
INT/EXTERNO

acessorios
CAIXAS DE PROTEÇÃO
P/ CÂMERAS

acessorios
KITS PARA
CFTV

kit cftv



CIRCUITO FECHADO DE TELEVISÃO - CFTV

Apostila com orientações sobre CFTV: Apostila_cftv.pdf




O que é CFTV?

    CFTV Circuito Fechado de Televisão(Closed Circuit Televison ou CCTV) é um sistema de imagens que distribui sinais provenientes de câmeras posicionadas de forma estratégica, permitindo a visualização de pontos pré-determinados. O Sistema de CFTV pode ser definido como a observação remota nas mais diversas aplicações, a visualização de imagens à distância através de um sistema privado e o gerenciamento de informações através de um sistema integrado.
     Este sistema não está direcionado apenas para a segurança patrimonial ou eletrônica. Abrange um grande número de aplicações. Pode ser utilizado para acompanhamento de serviços, controle de produção, avaliação de desempenho profissional, segurança em empresas, em órgãos públicos, hospitais, residências, agências bancárias, escolas, laboratórios de pesquisa, gerenciamento de informações, etc. Devido a grande variedade de aplicações para o sistema de CFTV, a indústria de segurança está investindo cada vez mais na inovação de seus produtos, produzindo linhas completas de equipamentos para atender as mais diversas necessidades.

=>Iluminação

     O espectro eletromagnético: Visível ao ser humano: luz que está na faixa que inclui os comprimentos de onda de 400 até 700nm(nano metros) em média, dentro da grande escala do espectro eletromagnético.
A luz, visível ao ser humano está assim localizada no espectro eletromagnético, sendo que as cores primárias(azul, verde e vermelho) estão distribuídas nesta faixa de forma que o azul tem o menor comprimento de onda por volta de 400nm, o verde tem comprimento de 500nm e o vermelho por volta de 700nm.

=> Iluminação em Circuito Fechado de TV(CFTV):

     Por definição, a luz é a forma de energia radiante visível. Ela é indispensável para sensibilizar o sensor CCD e a partir dele transformar as imagens em sinais elétricos. Logo, a qualidade de uma imagem depende do controle da entrada de luz no conjunto lente/câmera. O tipo de local a ser monitorado e aplicação determinam o tipo de equipamento a ser utilizado.
      Para aplicações internas, com iluminação garantida podem ser utilizadas câmeras coloridas. Em ambientes externos com períodos de baixa iluminação, é necessário o uso de câmeras P&B, pois sua sensibilidade é muito maior. A quantidade de iluminação disponível na cena é medida em lux(lúmens) que equivalem a quantidade de iluminação por metro quadrado.
      É importante manter a iluminação uniforme no ambiente a ser filmado ou procure técnicas e equipamentos que possam tratar com estas limitações. A quantidade de luz é definida por lux, que é a luz do volume referente a uma vela a um metro de distância.

=>Câmeras de CFTV

     Câmeras são equipamentos destinados a converter níveis de iluminação e cor em sinais elétricos, seguindo certos padrões. Todas as câmeras possuem elementos (sensores) os quais são atingidos pela luz. Todo o sistema de visualização tem como ponto inicial a câmera e é ela que cria a imagem através dos níveis de iluminação capturados do ambiente através da lente e do sensor de imagem CCD. Essa imagem capturada é então processada e transmitida para o sistema de controle, como um quad, multiplexador ou DVR. Atualmente, existem diversos tipos de câmeras que foram projetadas para diversas aplicações e ambientes diferentes.
     Existem as microcâmeras para aplicações mais simples, câmeras profissionais para aplicações onde se exige uma grau de segurança maior, câmeras speed domes, para aplicações de grande porte e grande versatilidade, entre outras.

=>Características importantes das câmeras de CFTV:

     Sensor de Imagem: Dispositivo de captação da imagem da câmera, normalmente CCD, porém existem algumas variações conforme o fabricante. Tornou-se comum a utilização de sensores de imagem tipo CMOS em câmeras de baixo custo.

=>Resolução:

     Resolução de imagem descreve o nível de detalhe que uma imagem comporta. O termo se aplica igualmente a imagens digitais de vídeo e outros tipos de imagens. Quanto mais alta a resolução maiores os detalhes da imagem serão apresentados. A resolução de imagens pode ser medida de várias formas. Basicamente, a resolução quantifica a proximidade entre as linhas da imagem. As unidades de resolução podem ser referidas por linhas por milímetro, linhas por polegada, etc ou o tamanho real de uma figura(linhas por altura da imagem, também conhecidas simplesmente por linhas ou linhas de TV). figura(linhas por altura da imagem, também conhecidas simplesmente por linhas ou linhas de TV).
     A resolução de sistemas de CFTV normalmente é medida em linhas de TV, em um quadro de imagem. O número de linhas de TV verticais tem um máximo de 350 linhas no sistema NTSC de 525 linhas horizontais e não é variável. Porém, as linhas de TV horizontais, que é o principal parâmetro de qualidade de uma imagem, varia dependendo da qualidade do conjunto câmera, lente, meio de transmissão e monitor. As câmeras digitais possuem uma resolução muito superior à resolução das câmeras analógicas.

=>Dicas importantes:

     A escolha correta da câmera e da lente é fundamental para obter bons resultados de filmagem e monitoramento de acordo com sua finalidade. É possível obter uma visão geral de um ambiente com poucos detalhes ou visualizar um ponto em específico com muitos detalhes;

  • As mini câmeras são recomendadas para ambientes fechados e com boa luminosidade;
  • Em locais externos onde bate sol, usar câmeras profissionais com lente auto íris;
  • Utilizar fonte de alimentação próxima à câmera;
  • Verificar sempre tensão e corrente sugerida pelo fabricante;
  • Verificação da polaridade da fonte;
  • Evitar cabos do CFTV próximo a fiação elétrica;
  • Utilizar tubulações independentes, (um para CFTV outro para fiação elétrica);
  • Manter a tubulação longe de fontes de ruído;
  • Fazer checagem dos cabos e conexões BNC;
  • Verificação dos terminais de conexão;
  • Em distâncias longas, usar amplificador de vídeo;
  • Não instalar câmeras diretamente para o sol ou reflexo do sol;
  • Nunca deixe o cabo muito esticado;
  • Proteja com tubulação os cabos sempre que possível;
  • Em locais com iluminação ruim melhorar a iluminação do ambiente, colocar câmeras day & night ou câmeras com infravermelho.
  • Usar o amplificador de vídeo próximo da câmera;
  • Usar o distribuidor de vídeo próximo dos monitores;
  • É recomendado usar uma fonte por câmera, para que todo o sistema não seja interrompido durante uma pane da fonte, isto é, evite usar alimentação centralizada.





  • BR Alarmseg Equipamentos Eletrônicos Ltda
    Fone/Fax: (41)

    E-mail: bra@bralarmseg.com.br